Informações sobre o produto e seu uso

Prof. Dr.
Emilio Carlos Zanatta

Conheça o produto patenteado pelo Dr. Emilio Carlos Zanatta.

Está disponível para venda  (clique aqui) o DAF-Dispositivo Anterior Funcional que desenvolvemos, há mais de 15 anos, para aumentar a quantidade e a qualidade de informações necessárias ao planejamento de casos clínicos que dependem de análise das relações oclusais.

 

Aperfeiçoado ao longo desses anos e já com ótimos resultados obtidos em clínica, o DAF é um mecanismo simples, que fixa os modelos de gesso em um articulador semi-ajustável, tornando possível a análise oclusal nas diversas posições mandíbula-maxila, tais como: Relação Central, Oclusão Central, Lateralidades Direita e Esquerda e Protrusão.

 

Com este dispositivo já disponível para comercialização, a obtenção de registros interoclusais destas posições soma-se ao exame clínico e aos dados conseguidos através dos modelos de gesso, tornando o diagnóstico mais preciso e, consequentemente, aumentando o acerto na intervenção.

 

 

O DAF é um simples e eficiente sistema para obtenção do registro gráfico de movimentos mandibulares inscritos no plano horizontal. O dispositivo é apresentado em tamanho único e produzido com polipropileno, acrescido de pigmento atóxico azul.

 

Como é o fazer que aprimora a conduta prática, apresentamos esta sequência, de forma descritiva, para melhor orientá-lo na utilização do DAF. Qualquer dúvida, consulte o tópico Perguntas Freqüentes deste site, ou nos contate pelo e-mail: ezanatta@uol.com.br.

 

Proposição do DAF: orientar o operador na obtenção de registros interoclusais (RI) de posições maxilo-mandibulares de Relação Central (RC), Lateralidade Direita (LD), Lateralidade Esquerda (LE) e Protrusão (P).

 

 

Descrição do DAF: é composto de duas partes, A e B, que são ajustadas uma na região anterior da mandíbula e outra na maxila. A que contém um pino servirá para inscrever o gráfico (parte A), e a outra, de superfície plana, terá o gráfico inscrito (parte B).

 

 

Arco dental para aplicação do DAF

Disponível em tamanho único, pode ser usado nos diversos tipos de contorno de arco (triangular, quadrado ou ovóide), classes I, II e III de Angle, dentados parcial ou total, trespasse vertical e/ou horizontal maior ou menor, ou ainda na presença de aparelho fixo de ortodontia. A exceção é o classe II com enorme trespasse horizontal.

 

Forma de utilização do DAF

Há duas opções:

1- A parte A é reembasada na região de dentes inferiores e a parte B na região de dentes superiores.

2- A parte A é reembasada na região de dentes superiores e a parte B na região de dentes inferiores.

A preferência é pela primeira possibilidade. Nos pacientes de classe III de Angle e grande discrepância mandíbula/maxila prefere-se a segunda opção.

 

Material para reembasamento do DAF

Deve-se recobrir todos os dentes compreendidos pelo dispositivo. Este cuidado confere melhor estabilidade ao conjunto. É possível utilizar para este fim a godiva em bastão e siliconas por condensação ou adição. Em primeiro lugar é reembasada a parte A e em seguida a parte B.

 

Godiva: plastificada sobre a chama, é de aplicação rápida, mostrando-se também eficiente. Deve ser mantida em posição até o resfriamento total.

 

Siliconas por condensação ou adição: melhor indicadas para áreas com grande retenção, em casos durante tratamento ortodôntico. O adesivo para siliconas deverá ser aplicado na porção interna do dispositivo.

 

Obtenção do traçado gráfico

A superfície plana da parte B é recoberta com tinta de lápis dermatográfico de cor branca ou spray BK 285 que geram melhor contraste. Estando o conjunto em posição na boca e o pino tocando a plataforma, solicita-se ao paciente que realize movimentos amplos para frente e para trás, esquerda e para trás, direita e para trás. Em um primeiro momento poderá não haver coordenação destes movimentos, fato normal que, continuado, define o gráfico de Gysi com o nítido vértice indicador da confluência de trajetórias mandibulares e que representa a posição de Relação Central. Para a visualização deste traçado afastam-se os lábios e dirige-se o olhar para uma vista infero-superior ou lateral ao DAF.

 

 

Obtenção dos registros interoclusais

O gráfico obtido é a orientação para os RI. Para a RC a referência é o vértice do gráfico. Os registros de excêntricas (LD, LE e P) são obtidos a partir do vértice. A posição do pino do DAF no momento do RI é aferido visualmente. Os materiais utilizados para os RI são, entre outros, a cera 07 ou 09. Não deve haver toque do RI em áreas de tecido mole.

 

 

Fixação dos modelos no articulador

O modelo de gesso superior deverá ser fixado através do arco facial e o inferior será por intermédio do RI de relação central. Atenção para o assentamento estável do RI sobre os modelos. Certifique-se da eliminação de bolhas sobre os modelos de gesso.

 

 

Confirmação da montagem dos modelos na posição de RC

É fundamental a confirmação da área de contato oclusal interferente na boca e no articulador, e a partir daí deve-se proceder com o estudo das relações oclusais, planejando o tratamento do caso clínico. A confirmação e estudo devem-se estender às relações excêntricas da mandíbula.

 

 

Literatura específica sobre uso e aplicação desta técnica

- CERVEIRA NETTO, H. ; ZANATTA, E.C. Simplificando o Ajuste Oclusal. in Atualização na Clínica Odontológica, Coord. Elenice A. N. Gonçalves & Christa Feller. São Paulo: Artes Médicas, 1998. 686p.

- SOUZA, D.F.; DIAS, A.H.M.; PAVANELLI, C.A.; TAKAHASHI, F.E. Análise comparativa entre duas técnicas para registro da relação cêntrica – Dispositivo Anterior Funcional e JIG de Lucia. Jornal Brasileiro de Clinica & Estética em Odontologia, v. 4, n. 20, p. 34-38, mar/abr.,2000.
- ZANATTA, E.C.; PEDRO, C.M.B.; SERAIDARIAN, P.I. Dispositivo anterior funcional para localização e registro de relações mandíbulo-maxilares. Revista da APCD, v. 50, n. 2, p. 133-137, Mar/Abr., 1996.

- Zanatta, E.C.; Aidar, L.A.; Dominguez, G.C. Verificação da Oclusão, Antes, Durante e Após o Tratamento Ortodôntico. Como Proceder?. Nova Visão em Ortopedia e Ortodontia Funcional dos Maxilares. Ed. Santos, 2006.

 

Este produto possui o registro de marca e patente.

Suporte técnico – Emilio Carlos Zanatta – ezanatta@uol.com.br
Av. Vereador José Diniz nº 3457 sala 712 Bairro Campo Belo. São Paulo. Brasil.
CEP 04603-003. Tel 11-5093-9557.

 

Os comentários estão encerrados.